Correio do Estado – 26/12/2010

Jornal Zero Hora – 14/12/2010
17 de agosto de 2015
Revista Você S.A. – Janeiro 2011
17 de agosto de 2015

A micose, chamada também de onicomicose, atinge principalmente quem costuma andar na areia. O sinal mais perceptível dela é quando você encontra deformidade nas unhas – geralmente elas ficam esbranquiçadas nos cantos. Segundo a dermatologista Luciana Godoi, conforme o grau da doença, o tratamento pode durar entre seis meses a um ano.

“Se não tratada corretamente, pode voltar a se manifestar, mesmo quando a unha não apresenta mais sinais da doença. A erradicação do fungo é mais demorada que a melhoria da aparência da unha, por isso é importante seguir corretamente a indicação médica e não abandonar o tratamento aos primeiros sinais de melhora. Quando falamos de tratamentos tópicos, o tratamento com esmalte terapêutico é o único que atinge o local da doença e elimina os fungos”, aponta Godói.

Em muitos casos, a umidade excessiva também é a principal causa da micose, uma forma de evitar isso é usar luvas caso você tem contato com a água diariamente, em longos períodos. “Após utilizar sapatos fechados é importante deixá-los em locais arejados, evitando o uso de um mesmo calçado em dias seguidos”. Nessa época, os salões de beleza também costumam ficar ainda mais cheios, portanto, leve o seu próprio material (um alicate para os pés outro para as mãos, palito e lixa descartáveis). Também não compartilhe toalhas e sapatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *